20 August, 2011

« vértices de um amor » parte 4



Rápido chegou a noite do jantar entre os dois. A Maria estava já arranjada. Usava umas calças justas e umas botas e uma camisola de gola alta. Estava a chegar ao parque e viu que o Rodrigo já estava lá à sua espera.
Rodrigo: Finalmente… Vá, devo admitir que a espera valeu a pena. Estás linda! E ainda não te perguntei como te chamas.
Maria: Primeiro, não estou nada de especial mas obrigada na mesma. Segundo, convidas raparigas para jantar sem saber o nome delas? Sou a Maria, tenho 17 anos e um dia fui atacada por um rapaz no parque. Terceiro, é para hoje ou para amanhã?
Rodrigo: É para hoje, vamos. E… obrigada por aceitares o convite e por me dares uma segunda oportunidade.
Maria: Segunda? Já vou na terceira ou na quarta. (riu-se e despenteou o cabelo ao Rodrigo) Não tens que agradecer… nem és tão palhaço quanto eu pensava. (sorriu)
***
O jantar estava calmo, ambos estavam calados. Até ao momento em que o Rodrigo decidiu começar uma conversa.
Rodrigo: Então, andas em que ano?
Maria: Ando no 12º ano e quero ir para enfermagem quando acabar. É o meu sonho desde pequenina. E tu?
Rodrigo: Estou no primeiro ano de criminologia… e devo dizer que estou a adorar. A minha namorada anda no 12º ano também.
Maria: Por falar em namorada, porque é que estás a sair comigo se tens namorada?
Rodrigo: Posso ter amigos ou não? Estou-me a divertir imenso contigo hoje.
Maria: Rodrigo, aprende a mentir, a sério. Estivemos calados o jantar todo.
Rodrigo: Oh mas estou em boa companhia. E se eu disser que tens um sorriso bonito, também estou a mentir? Vamos ao cinema a seguir, pode ser?
Maria: Dizia que estás a ser um querido. Hum… pode ser.
Rodrigo: Ah, agora já sou querido é? Ainda bem, vai ser divertido.
Maria: Sim, eu nunca disse que não és. Ah, e também estou a gostar da companhia. Não és tão mau como eu pensava. 
***
Já estavam na sala de cinema, com as pipocas na mão. O filme de comédia já estava mesmo a acabar.
Ricardo: Adorei o filme. Já ouviste o teu riso? É tão parvo.
Maria (atirou uma pipoca à cara do Rodrigo): Se falas do meu, devias ouvir o teu. É de rir e chorar por mais.
Rodrigo: oh, estúpida. Bem parece que a nossa noite acabou. Queres que te leve a casa?
Maria: oh não é preciso. Eu já sou crescidinha.
Rodrigo: Eu acompanho na mesma. E já agora, dá-me o teu número para depois combinarmos qualquer coisa.
Permaneceram calados o caminho todo, apenas trocaram uns olhares. Maria achava que havia qualquer coisa nele diferente de todos os outros rapazes. Ou então é só porque é comprometido.
Maria: Bem, cheguei. Vejo-te depois. (despediu-se, dando-lhe um beijo na cara) Ah, e adorei estar contigo hoje.

7 comments:

Daniela said...

obrigada, sigo o teu também :3
sim, sou uma mega fã deles! eu e a Gabriela escrevemos uma fanfic sobre eles, já leste? ^^

Daniela said...

esquece então o comentário anterior. obrigada, o teu blog também é lindo, linda *-*

Just Me said...

Mesmo, porque eles de feios não têm nada :D

-sofia said...

Gosto muito (:

-sofia said...

De nada :)

sanddi said...

estou a adorar, como ja sabes :P

maryanne. said...

estou a aodrar cátia :)