06 September, 2012

If you were here beside me, instead of in New York #10



Fictício.
Não dá. Tenho que aceitar a realidade que fui apenas mais um brinquedo que foi deitado fora rapidamente. Custa-me. Digo, virar a página. Era bom demais. Mas criei demasiadas expectativas. Aliás, como sempre. Depois caio de bem alto. E agora? Onde está ele? Porque é que desapareceu sem avisar? Para tornar tudo mais difícil para mim? Ou talvez para não deixar a minha esperança morrer. Não dá mais. Para esperar por um ser que nunca mais voltará. Chega. De ser ingénua ao ponto de acredita que alguma vez foi real. De sofrer, talvez até por ilusões minhas. O meu coração não aguenta mais. A confiança? Nunca mais irá ser reconquistada. Chega. Acabou. Não é uma vírgula, é um ponto final. Naquilo que provavelmente nunca foi real. A distância mata, agora eu sei disso..

Fim

4 comments:

Sara C said...

Lindo! Como sempre :b
Essa parte tinha mesmo de referir, é uma das mais importantes na descrição sobre mim xb

danielacezílio said...

desististe do quê? oh obrigada :)

Sara C said...

ahah, é bom saber que existem pessoas parecidas comigo xb

dani. said...

foi real, cátia, foi real. tudo o que existe é real, por muito complicado que seja!